Edição: 20/11/2019
Ciclista na Cidade
Publicado em //

53% dos ciclistas usam bicicleta para trabalhar, diz tese da USP Piracicaba

Pesquisa ainda aponta que trabalhador pedala em media 12 quilômetros. Principais dificuldades são falta de ciclovias e desrespeito de motoristas.

Pesquisa ainda aponta que trabalhador pedala em media 12 quilômetros.
Principais dificuldades são falta de ciclovias e desrespeito de motoristas.

Ciclista na Cidade

Um estudo da USP de Piracicaba apontou que 53% dos ciclistas da cidade utilizam a bicicleta para trabalhar. E ainda de acordo com esse levantamento, a maioria desses ciclistas tem carro. A tese de doutorado ‘A mobilidade por bicicletas em Piracicaba aspectos culturais, ambientais e urbanísticos’, defendida por Miriam Rother sob orientação do professor doutor, Demóstenes Ferreira da Silva Filho, da Escola Superior de Agricultura ‘Luiz de Queiroz’ (Esalq/USP) mostra que os piracicabanos tem na bicicleta um dos principais meios de transporte.

Perfil do ciclista piracicabano
Na pesquisa realizada por Rother, foram entrevistados 60 ciclistas, sendo que 85% deles são homens e 15% mulheres. São casados 32% e solteiros, 68%; 73% não têm filhos e 27% têm.

Desse universo 53% a bicicleta para ir ao trabalho, 36% para ir à escola, e 31% para lazer.
Entre os trabalhadores que usam a bicicleta, 22% tem renda de três a cinco salários mínimos, 17% declararam não ter renda, 10% ganham dois salários mínimos, 11% recebem um salário mínimo, 2% de oito a 10 salários-mínimos, e 2%, mais de 10 salários mínimos. O estudo também apontou que o ciclista piracicabano percorre em media 12 quilômetros entre a residência e o trabalho.

Dificuldades
A principal dificuldade para o ciclista é a falta de vias exclusivas para eles, diz o estudo, pois 96% apontaram a ausência de ciclovias com principal fator de risco. Outro problema que afeta os usuários de bicicleta da cidade é a relação com os motoristas, 83% respondeu que o desrespeito com o ciclista é uma dificuldade.

Fonte: G1

Compartilhe essa publicação:

Comentários